Bancos: cuidado com golpes e fraudes

A modernização dos serviços bancários fez surgir uma série de riscos para o cliente. Além do risco de assaltos e golpes em caixas eletrônicos, existem fraudes mais elaboradas, como a clonagem de cartões e operações irregulares via Internet.A única maneira de prevenir-se é nunca fornecer a senha a ninguém. Mesmo assim, corre-se o risco de haver alguma falha no sistema de segurança do banco. Outras vezes, funcionários do banco favorecem a fraude.Se o saldo estiver abaixo do esperado, o cliente deve pedir esclarecimentos ao banco. Caso constate o golpe, o cliente deve reclamar por meio de uma carta protocolada à gerência solicitando que o valor seja reposto imediatamente.Caso o banco não assuma a responsabilidade, o cliente pode recorrer ao Banco Central. Outra opção é recorrer ao Procon (órgão estadual de defesa do consumidor), ou contratar um advogado e recorrer à Justiça. Veja nos links abaixo mais informações sobre o relacionamento do cliente com os bancos.

Agencia Estado,

01 de novembro de 2001 | 19h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.