Bancos devolverão 3,51 bi de euros de empréstimos da crise ao BCE

Bancos vão devolver 3,509 bilhões de euros dos empréstimos de longo prazo com o Banco Central Europeu na próxima semana depois que o BCE começou a cobrar pela manutenção de excedentes em tesouraria e prometeu mais empréstimos de longo prazo.

REUTERS

29 de agosto de 2014 | 08h03

O montante que os bancos vão pagar em 3 de setembro é mais do que os repagamentos de empréstimos da crise pagos nesta semana, de 1,359 bilhão de euros, e supera a previsão de 2,3 bilhões em uma pesquisa da Reuters.

O BCE cortou taxas de juros para níveis recordes em junho - a taxa de depósito para abaixo de zero - e tomou várias medidas para aumentar a concessão de empréstimos a empresas da zona do euro. A instituição também se comprometeu a fazer mais se for necessário para combater o risco de deflação ao estilo japonês.

As medidas incluem um novo esquema de empréstimo de quatro anos, o qual o BCE espera irá encorajar os bancos a aumentar seus empréstimos.

(Reportagem de Paulo Carrel)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSREPAGAMBCE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.