Bancos discutem hoje empréstimo em concessão de rodovias

Os bancos públicos e privados voltam a se reunir na sede do Banco do Brasil em São Paulo nesta sexta-feira, 6, para alinhar detalhes referentes ao modelo de repasse dos recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para os interessados nas concessões de rodovias. O encontro envolve as equipes técnicas dos bancos públicos BNDES, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil e dos bancos privados Itaú BBA, Bradesco, BTG Pactual, Santander, HSBC, Citibank, JPMorgan, Bank of America, Votorantim, Safra e BESI.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

06 de setembro de 2013 | 08h21

Será a segunda reunião técnica de executivos dos bancos e a ideia é fechar o modelo de repasse a partir do qual os interessados em participar das concessões de rodovias terão de apresentar sua proposta. Até agora ficou acertado que os recursos do BNDES chegarão aos bancos privados a um custo pela TJLP somado a um spread inferior ao praticado atualmente e repassado aos investidores dos projetos pela TJLP mais até 2% por prazo de 25 anos. Os empréstimos aos investidores seriam ocorreriam no formato de sindicato, ou seja, feito por vários bancos.

Desde o início da semana, comenta-se que o spread de repasse de recursos do BNDES para os bancos privados seria reduzido de 0,75% para 0,50% ou abaixo disso. Espera-se que no encontro desta sexta-feira sejam afinados, além desse ponto, detalhes sobre formatos de garantias durante a fase de construção, quando os acionistas do projeto têm maior comprometimento de seu balanço. O BNDES não aceita que tais garantias sejam feitas por seguradoras e esse é um dos pontos em discussão.

Tudo o que sabemos sobre:
bancosrodoviasconcessão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.