Bancos e farmacêuticas impulsionam índice de ações da Europa

O principal índice de ações européiasfechou em alta nesta quinta-feira, impulsionado pelo bancosuíço Credit Suisse e pelo setor farmacêutico. Além disso, arecuperação das bolsas norte-americanas ajudou os pregõeseuropeus. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst300, subiu 0,13 por cento, para 1.314 pontos, após uma sessãovolátil em que chegou a cair 1,3 por cento. As ações do Credit Suisse subiram 4,2 por cento, apesar decontabilizar mais 5,18 bilhões de dólares em baixas contábeis,em um movimento que os investidores viram como positivo poisdiminui a exposição do banco aos riscos da crise de crédito. A Novartis avançou 2,9 por cento após o JP Morgan elevar opreço-alvo para suas ações. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de0,54 por cento, a 6.050 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,39 por cento, para 6.821pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 recuou 0,31 por cento, para 4.929pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel registrou ganho de 0,31 porcento, aos 25.445 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 encerrou em leve alta de 0,05por cento, a 13.669 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,36 porcento, a 10.998 pontos. (Reportagem de Peter Starck)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.