Bancos e mineradoras impulsionam recuperação de ações

As bolsas européias fecharam em fortealta nesta quarta-feira com os bancos ensaiando uma recuperaçãoe as mineradoras saltando após os bons resultados da Alcoa . De acordo com dados preliminares, o FTSEurofirst 300 subiu1,71 por cento, para 1.181 pontos, recuperando as perdas deterça-feira. Os bancos acrescentaram quase 6 pontos ao índice, com oDeutsche Bank subindo 4.8 por cento, o Credit Suisse avançando4,1 por cento e o Barclays decolou 5,1 por cento. O Banco Central Europeu reconheceu as chances de umcrescimento negativo no segundo trimestre, o que analistasinterpretaram como indicação de uma menor chance de elevaçõesadicionais das taxas. "Este foi um comentário expansionista do BCE", disseBernard McAlinden, estrategista de mercado da NCB Stockbrokers. "É bom escutar o BCE dizendo isso porque uma das maiorespreocupações do mercado é de que o BCE esteja em uma campanhade alta nos juros", acrescentou. Comentários de terça-feira do Chairman do Federal Reserve,Ben Bernanke, sobre a extensão dos empréstimos de emergênciastambém impulsonaram as ações. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 1,64por cento, a 5.529 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 1,3 por cento, para6.386 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 subiu 1,5 por cento, para 4.339pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou com valorização de 1,47por cento, a 22.204 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,74 porcento, para 11.999 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve ganhos de 1,87 por cento,para 8.851 pontos. (Reportagem de Patrizia Kokot)

REUTERS

09 de julho de 2008 | 14h00

Mais conteúdo sobre:
BOLSAEUROPAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.