Bancos e Nestlé pesam sobre bolsas européias, que recuam

As bolsas de valores européias fecharamem baixa nesta segunda-feira, puxadas pelas ações do Royal Bankof Scotland, que deve anunciar uma grande emissão de direitosde subscrição, e pela suíça Nestlé, que fez projeçõesdecepcionantes. O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais açõesdas empresas européias, caiu 1,06 por cento, para 1.311 pontos. Os bancos foram a principal influência negativa depois queo RBS confirmou, em breve comunicado, que estuda uma emissão dedireitos de subscrição --cujos detalhes devem ser anunciados naterça-feira. As ações do RBS caíram quase 4 por cento. O índice havia subido mais de 3 por cento na semana passadaapós uma série de surpresas positivas nos resultadoscorporativos dos dois lados do Atlântico. "Semana passada foi uma boa semana --ligeiramentesurpreendente, mas boa--, então um pouco de realização delucros não assusta", disse Philip Isherwood, estrategista doDresdner Kleinwort. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de0,06 por cento, a 6.053 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,83 por cento, para 6.786pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 recuou 1,03 por cento, para 4.910pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 0,65 porcento, a 25.544 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou perda de 1,41 porcento, para 13.728 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve desvalorização de 0,57 porcento, para 11.119 pontos. (Reportagem de Amanda Cooper)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.