Bancos estatais estão emprestando mais, afirma ministro da Venezuela

Humberto Ortega diz que houve uma expansão na oferta de financiamento para empresas do governo, como a rede de hipermercados Bicentenário e a Corporación de Abastecimiento e Servicios Agrícolas

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

31 de maio de 2010 | 15h55

Os bancos estatais venezuelanos estão aumentando os empréstimos ao setor produtivo para estimular a atividade econômica, afirmou o presidente do Banco de Venezuela e ministro de bancos estatais do país, Humberto Ortega.

Segundo ele, houve uma expansão na oferta de financiamento para empresas como a rede de hipermercados Bicentenário e a Corporación de Abastecimiento e Servicios Agrícolas - pertencentes ao governo - e também aumentaram os empréstimos para pequenas empresas. O ministro, no entanto, não forneceu outros detalhes sobre as operações.

Ortega disse que, com mais crédito ao setor produtivo, "podemos visualizar que existe a possibilidade de uma recuperação no Produto Interno Bruto (PIB)". Dados divulgados recentemente mostraram que a economia da Venezuela encolheu 5,8% durante o primeiro trimestre, passando assim a registrar quatro trimestres consecutivos de contração. Em 2009, o PIB do país caiu 3,3%.

Analistas disseram que a atividade econômica do país deve ter um leve aquecimento nos próximos meses devido a um provável aumento nos gastos do governo antes das eleições para o poder legislativo, em setembro. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.