Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Bancos estatais no Brasil têm mais dificuldades que os privados, diz agência

Em relatório, S&P avalia as condições que as maiores instituições financeiras do País têm para enfrentar a crise

Gabriel Bueno da Costa, O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2016 | 19h22

A agência de classificação de risco Standard & Poor's afirmou que os maiores bancos estatais do Brasil "estão em pior condição que os do setor privado para lidar com a recessão" no País. 

A informação consta de um relatório da S&P publicado nesta segunda-feira, 22, intitulado "O quanto os maiores bancos brasileiros são resilientes ao declínio econômico?"

Na avaliação da agência, a situação ruim dos bancos estatais brasileiros deriva de uma alta nos empréstimos direcionados pelo governo e das margens menores, o que levou essas instituições a abarcar uma crescente fatia do crédito do mercado na comparação com seus concorrentes privados, nos últimos anos. 

"Nesse ínterim, conforme a economia doméstica começou a desacelerar", os bancos privados restringiram os empréstimos e se voltaram para emprestadores de menor risco para proteger sua lucratividade, diz a agência em comunicado. 

Mais conteúdo sobre:
Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.