Bancos informarão BC sobre operações acima de R$ 100 mil

Os bancos terão de comunicar ao Banco Central retiradas ou depósitos em espécie, além de provisionamento para saques acima do valor de R$ 100 mil. Essa medida faz parte da primeira fase do Plano de Combate à Lavagem de Dinheiro, que será anunciado hoje pelo ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos e pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. A medida será implementada por meio de carta-circular do BC aos bancos. As instituições financeiras precisarão informar os dados do correntista e do beneficiário da operação, tais como nome, CPF, número do banco, da agência e da conta movimentada. As informações ficarão retidas no Banco Central e, segundo o Ministério da Justiça, todas as garantias de sigilo bancário continuarão mantidas. A intenção do governo com essa primeira medida é fazer o rastreamento das operações de lavagem de dinheiro, que normalmente envolvem grandes quantidades em espécie. Na avaliação do governo, essa medida, em conjunto com outras três, tornarão a lavagem de dinheiro, por intermédio do sistema financeiro, cada vez mais difícil para o crime organizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.