Bancos na China correm risco de calote, diz 'FT'

LONDRES

, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2010 | 00h00

Bancos na China estão enfrentando sérios riscos de default em mais de 20% dos 7,7 trilhões de yuans (US$ 1,135 trilhão) que emprestaram a governos locais do país, noticiou o Financial Times no seu site na internet, citando autoridades do governo chinês.

Em uma autoavaliação preliminar, feita a pedido da Comissão de Regulamentação Bancária da China, bancos comerciais identificaram quase 1,550 trilhão de yuans em empréstimos "questionáveis" para entidades financeiras de governos locais, que basicamente financiam projetos de infraestrutura.

Segundo o site do FT, o sistema bancário chinês tinha uma taxa de inadimplência em empréstimos de mais de 50% uma década atrás. Hoje, o país é um terreno fértil para os maiores e mais lucrativos bancos do mundo, com uma taxa média de inadimplência em empréstimos de apenas 1,3%, registrada no fim do mês passado. / DOW JONES NEWSWIRES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.