Bancos pesam e bolsas da Europa recuam a pior nível 3 semanas

As principais bolsas de valores da Europa terminaram a sessão desta terça-feira em queda, fechando no patamar mais baixo desde 23 de janeiro. Os bancos se desvalorizaram devido a preocupações com novas perdas derivadas da crise global e com o impacto da recessão em países emergentes da Europa. Ações do setor de energia seguiram o declínio dos preços do petróleo. O índice FTSEurofirst 300, das principais ações europeias, terminou em baixa de 2,5 por cento, a 765 pontos. O indicador perdeu 7,9 por cento neste ano, após ter caído 45 por cento em 2008. A agência de classificação Moody's Investors Service informou que a recessão em economias emergentes da Europa seria mais severa do que em qualquer outra parte devido a desequilíbrios maiores, colocando a classificação financeira de bancos locais e ocidentais sob pressão. O setor bancário foi o que mais pesou sobre o índice. O banco francês Société Générale despencou 10,1 por cento, para o menor nível de fechamento em mais de 10 anos, antes da divulgação de resultados na quarta-feira. Já o HSBC afundou 7 por cento, após o Morgan Stanley ter mantido classificação "underweight" (abaixo da média do mercado) para as ações do banco e ter informado que está mais pessimista com relação ao cenário de resultados em 2009 e 2010. "Há escassez de boas notícias lá fora", afirmou Howard Wheeldon, estrategista do BGC Partners, em Londres. "Há muitas coisas acontecendo, mas há certeza quantitativa de que qualquer coisa, como o pacote do Obama, fará uma real diferença em breve." O Raiffeisen e o KBC retrocederam 13,5 e 12 por cento, respectivamente, enquanto o Standard Chartered perdeu 9 por cento. O banco Santander teve queda de 6,7 por cento e o UBS desvalorizou 5,5 por cento. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 2,43 por cento, a 4.034 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 3,44 por cento, para 4.216 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 se desvalorizou 2,94 por cento, para 2.875 pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em queda de 3,36 por cento, a 13.614 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta/queda de 2,87 por cento, para 7.843 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 perdeu 3,2 por cento, para 6.170 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.