Bancos pesam novamente e índices europeus fecham em queda

Os mercados europeus fecharam emqueda nesta quinta-feira, com o setor financeiro sofrendo porbancos como o UniCredit, com a alta no preço do petróleorepercutindo seus efeitos em companhias aéreas e o forte euroimpactando nas montadoras. O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principaisempresas da Europa, fechou em queda de 1,17 por cento, a 1.269pontos, acumulando perdas de 15,7 por cento este ano. O setor bancário novamente teve a maior influência nodesempenho do dia, como índice que mede as ações do setorperdendo 2,6 por cento, seguido pelo segmento de lazer eviagens, que também engloba companhias aéreas, que caiu 2,4 porcento, e setor automobilístico, que recuou 2,1 por cento. Contudo, os bancos reduziram as perdas do dia, que chegarama bater 4,5 por cento, depois que a agência de classificação derisco Standard & Poor's afirmou em relatório que o fim dasbaixas contábeis no setor financeiro está próximo para asgrandes empresas do setor. Em Londres, o índice Financial Times fechou em queda de1,45 por cento, a 5.692 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX retrocedeu 1,5 por cento, para6.500 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 caiu 1,42 por cento, para 4.630pontos. Em Milão, o índice Mibtel encerrou em baixa de 1,53 porcento, a 24.445 pontos. Em Madri, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 0,44por cento, para 13.073 pontos. Em Lisboa, o índice PSI20 teve baixa de 2,22 por cento,para 10.264 pontos. (Reportagem de Peter Starck)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.