Bancos podem sofrer crise sistêmica de US$ 325 bi--JPMorgan

Os bancos de Wall Street estão frentea uma "chamada de margem sistêmica", que pode tomar 325 bilhõesde dólares em capital, devido à deterioração das hipotecas dealto risco (subprime) dos Estados Unidos, escreveu o JPMorganChase em relatório na sexta-feira. O JPMorgan, que enviou um aviso de inadimplência àThornburg Mortgage após a concessora de hipotecas deixar deatender à chamada de margem de 28 milhões de dólares, disse quemais avisos e chamadas de margem são prováveis. O fundo dogrupo Carlyle também deixou de atender nesta semana a chamadasde margem de 37 milhões de dólares. "Uma crise sistêmica de crédito está a caminho, puxadabasicamente pelas baixas contábeis dos bancos em hipotecassubprime", disse o relatório co-escrito pelo analistaChistopher Flanagan. "Nós caracterizaríamos essa situação comouma chamada de margem sistêmica." A crise de crédito, que começou há cerca de um ano, deve seintensificar após o relatório de sexta-feira sobre o empregonos Estados Unidos, que "sinalizou de forma mais definitiva umarecessão", acrescentou. (Reportagem de Walden Siew)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.