Bancos poderão ampliar horário de atendimento

O presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, João Vaccari Neto, apoiou hoje a decisão da Assembléia Legislativa de São Paulo, que aprovou esta semana projeto de ampliação do horário de atendimento bancário para oito horas. Ele disse que o horário é uma antiga reivindicação da categoria.A lei, caso seja sancionada pelo governador Geraldo Alckmin, passará a vigorar 30 dias após sua publicação no Diário Oficial. Atualmente, o horário de abertura dos bancos é às 10h e fechamento às 16h. De acordo com Vaccari Neto, os bancos abririam às 09h e encerrariam o atendimento às 17h. Ele acredita que a ampliação do horário de atendimento possibilite o aumento dos postos de trabalho.Hoje a jornada da categoria é de 6h, de segunda à sexta-feira, e as horas extras são permitidas pela legislação, desde que sejam eventuais. O presidente do Sindicato sustenta que com a elevação do número de horas, de seis para oito, seria necessária a criação de dois turnos para o enquadramento dos bancos à nova lei.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.