Bancos precisam de capital para cobrir riscos, diz Bernanke

Para presidente do Fed, 'instituições de todos os tamanhos precisam de gerenciamento prudente de riscos'

Patrícia Fortunato, da Agência Estado,

26 de junho de 2008 | 13h48

Todos os bancos norte-americanos, não só as grandes instituições sujeitas a complexos padrões internacionais, precisam ter seu capital mais alinhado aos riscos de seus negócios, afirmou o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke. "Os eventos recentes do mercado nos lembram de que instituições de todos os tamanhos precisam de gerenciamento prudente de riscos e de práticas administrativas e níveis de capital que sejam proporcionais aos riscos que carregam", disse Bernanke. O presidente do Fed fez os comentários em encontro de reguladores bancários federais nos EUA, que lançaram proposta de mudanças expressivas nas exigências de capital de aproximadamente 8,5 mil bancos americanos. Conhecida como "aproximação padronizada", os novos padrões de capital seriam voluntários, mas o objetivo é encaminhar as crescentes preocupações competitivas levantadas por bancos que não estão sujeitos às regras internacionais de Basiléia III. "Reconhecendo a diversidade das organizações bancárias nos EUA, queremos dar a estes bancos a opção de usarem estrutura de capital mais atualizada sem aumentarmos acentuadamente o peso regulatório", declarou o diretor do Fed, Randall Kroszner, no mesmo encontro. A proposta inclui mudanças como encargos mais altos para bancos que fizerem empréstimos hipotecários mais arriscados, por exemplo.

Tudo o que sabemos sobre:
Federal ReserveBancosEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.