Bancos promovem leilões de imóveis

O mercado de leilões de imóveis reserva boas oportunidades neste fim de ano. O banco Bradesco vai promover, no sábado, um pregão com 122 lotes, em que o grande atrativo são os lances mínimos, com preços em média 40% inferiores à avaliação de mercado. No dia 16, o Banco do Brasil oferecerá cerca de 90 imóveis no interior do Estado.Entre as ofertas do Bradesco, está um apartamento de quatro dormitórios no bairro de Pinheiros, na zona oeste da capital, que receberá lances a partir de R$ 132 mil. Um andar comercial com quatro vagas de garagem em um prédio na Avenida Angélica está avaliado em R$ 270 mil para venda. Quem procura um imóvel para veraneio encontra, por exemplo, uma casa de quatro dormitórios na Vila Oceânica, na Praia Grande, com lance inicial de R$ 90 mil. Pagamentos à vista poderão ser feitos com 10% de desconto e o parcelamento poderá ser feito em até 48 vezes, além da opção de financiamento pelo banco. O leilão do Banco do Brasil terá boas ofertas remanescentes de outros pregões que, por isso, estarão com seus preços rebaixados. Segundo o leiloeiro responsável pelas vendas, Carlos Alberto Santos Frazão, o banco vai lançar uma nova categoria de pagamento, que consiste no parcelamento em 12 vezes sem juros dos terrenos de até R$ 8 mil.Frazão cita, entre as melhores opções de compra, uma casa de 577 metros quadrados de área construída e 1.229 metros quadrados de terreno em Campinas, que receberá lances a partir de R$ 371 mil. Um prédio industrial urbano em Piracicaba, com 3.330 metros quadrados de área construída, terá R$ 554 mil como preço mínimo. Informações mais detalhadas sobre os dois leilões podem ser encontradas na Internet. (veja links abaixo)

Agencia Estado,

07 de dezembro de 2000 | 20h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.