Bancos registram 80% de perdas com crise nos EUA, diz Fitch

Segundo relatório, cerca de 83% do prejuízo das instituições foi com ativos relacionados ao mercado de crédito

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

14 de maio de 2008 | 10h40

A agência de classificação de risco Fitch divulgou nesta quarta-feira, 14 que os bancos globalmente já contabilizaram mais de 80% de suas perdas com ativos relacionados às hipotecas subprime, em relatório divulgado nesta manhã. Até maio de 2008, diz a Fitch, ao prejuízo das instituições bancos com esses ativos somam US$ 165 bilhões, o equivalente a 83% do total.   Veja também: Cronologia da crise financeira  Entenda a crise nos Estados Unidos     A agência previu que as perdas totais do mercado com ativos relacionados às hipotecas subprime norte-americanas estão em US$ 400 bilhões, "embora as projeções possam se mostrar de até US$ 550 bilhões, dependendo do método de cálculo utilizado".   Cerca de 50% dessas perdas, ou seja, entre US$ 200 bilhões a US$ 275 bilhões, foram registradas por bancos, enquanto o restante foi contabilizado por instituições financeiras que atuaram como garantidoras, por seguradoras, administradores de recursos e fundos de hedge.   "As perdas relacionadas às hipotecas subprime para o mercado como um todo variam consideravelmente, dependendo da metodologia utilizada", disse o diretor do Financial Institutions Group da Fitch. "Diante dos problemas associados aos métodos de cálculo baseados nos índices ABX e TABX, acreditamos que a estimativa de perdas de US$ 400 bilhões da Fitch reflete melhor os prejuízos, embora sejam também sensíveis a suposições feitas sobre taxas de perdas subjacente".   O mercado subprime originou até US$ 1,4 bilhão de empréstimos nos últimos três anos, segundo as previsões da Fitch.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.