finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bancos: saiba onde reclamar seus direitos.

Caso haja irregularidades no relacionamento com o banco, o cliente deve reclamar, em primeiro lugar, na agência onde possui conta. É preciso enviar uma carta à gerência relatando os problemas e solicitando o esclarecimento. Se o cliente não conseguir a solução do problema no próprio banco, cabe então encaminhar a reclamação aos órgãos competentes, que variam de acordo com o produto ou serviço. Se o problema for relacionado a um produto tipicamente de banco, como cobrança indevida de juros no cheque especial, atrasos no pagamento de contas pelo débito automático, aplicações solicitadas e não realizadas etc., o cliente deve queixar-se à Central de Atendimento do Banco Central, levando pelo menos o extrato bancário, como comprovante do problema.Problemas relacionados a seguro, títulos de capitalização e previdência privada devem ser levados à Susep (Superintendência de seguros privados), cujo telefone é 0800-218484.Já as irregularidades com fundos de renda fixa e renda variável podem ser reclamados, respectivamente, ao Banco Central e à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A CVM também dispõe de um serviço de atendimento ao consumidor, pelo telefone 0800-241616. O objetivo é orientar o consumidor antes que ele tome sua decisão.Seja qual for o caso, é importante que, na hora de reclamar, o consumidor tenha em mãos a documentação que comprove a irregularidade. A documentação necessária depende do tipo de problema ocorrido. Por exemplo, no caso de serviços relacionados à conta corrente, como pagamento de contas por débito automático, será preciso comprovar o problema por meio do extrato da conta.Veja nos links abaixo mais informações sobre produtos e serviços bancários.

Agencia Estado,

18 de outubro de 2001 | 20h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.