Bancos terão padrões mais rígidos sob novas regras da Basileia

Grandes bancos terão que abrir mão de lucros maiores ou até mesmo aumentar capital para se proteger contra tempos difíceis a partir de 2012, sob novas propostas mais rígidas de reguladores internacionais, divulgadas nesta quinta-feira.

REUTERS

17 de dezembro de 2009 | 08h58

As novas regras do Comitê da Basileia para Supervisão de Bancos vão introduzir padrões mais altos para volumes de ativos que os bancos precisarão ter e exigências mais estritas para liquidez.

"O conjunto completo ajustado de padrões será desenvolvido até o final de 2010 para ser introduzido gradualmente conforme as condições financeiras melhorem e a recuperação econômica esteja garantida, com o objetivo de implementação até o final de 2012", informa o comitê em comunicado.

Entre as novas regras estão medidas para incentivar a manutenção de reservas de capital em momentos de crescimento econômico, que podem ser retiradas em períodos de crise, e padrões mínimos de liquidez para bancos internacionalmente ativos.

(Reportagem de Sven Egenter)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBASILEIAREGRAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.