Bancos vão reger verbas de fundos sob intervenção

Os recursos dos fundos de pensão sob intervenção ou em processo de liquidação passarão a ser administrados por instituições financeiras. A Secretaria de Previdência Complementar (SPC) divulgará amanhã os critérios de seleção dos bancos que vão compor o "pool" para administrar cerca de R$ 296 mi. Os bancos a serem selecionados terão que divulgar os resultados que obtiverem, o que não era feito até agora. A SPC informou que vai selecionar de três a cinco administradores de recursos para as carteiras de renda fixa - que administrarão R$ 234 mi - e de renda variável (R$ 62 mi). As informações estarão disponíveis no site da Previdência Social (www.previdenciasocial.gov.br). Os bancos interessados em participar do "pool" devem ter pelo menos R$ 400 mi de recursos administrados em fundos de investimento. Deste total, R$ 200 mi deverão ser verbas de investidores institucionais. Para participar da concorrência, os bancos também deverão informar a rentabilidade bruta dos últimos cinco anos em dois fundos de renda fixa e dois de renda variável.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.