Banda D e Greenspan agitarão os mercados

Hoje o dia deve ser bastante agitado nos mercados. Às 10 horas, está prevista a realização do leilão da banda D de telefonia celular do Serviço Móvel Pessoal (SMP). O preço mínimo total das três licitações oferecidas totaliza R$ 2,19 bilhões, o que traz a perspectiva de forte entrada de dólares, caso vençam grupos estrangeiros. Mesmo que vençam grupos nacionais, o volume de recursos movimentará as cotações em todos os mercados.E às 13horas (de Brasília), o presidente do Fed, Alan Greenspan, depõe no Comitê de Bancos do Senado sobre a situação da economia norte-americana e a política monetária do FED - o banco central dos Estados Unidos. Como ainda existe a possibilidade de uma recessão no país, os investidores estarão atentos ao discurso. Além disso, a redução dos juros desde 3 de janeiro foi bastante agressiva, exatamente para tentar evitar uma desaceleração excessiva da economia. O mercado espera vislumbrar, nas palavras de Greenspan, suas intenções em relação à política de juros.Mas a agitação não pára por aí. Hoje inicia-se a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), na qual se discutirá a conjuntura econômica brasileira em função de uma possível alteração da Selic, a taxa de juros básica referencial da economia. A maioria dos analistas prevê a manutenção da taxa nos atuais 15,25% ao ano ou uma redução de 0,25 ponto porcentual.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.