Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Banda larga móvel dobrou em 2011, dizem consultorias

Serviço somou 41,1 milhões acessos no ano passado e deve chegar a 73 milhões em 2012

Rodrigo Petry, da Agência Estado,

20 de março de 2012 | 16h27

SÃO PAULO - Os serviços de banda larga móvel praticamente dobraram no País, saltando de 20,6 milhões de acessos em 2010 para 41,1 milhões no ano passado, segundo dados divulgados nesta terça-feira pela Huawei, empresa de soluções de redes para telecomunicações, em parceria com a consultoria Teleco. Para 2012, a projeção das empresas é de que os acessos móveis de banda larga atinjam 73 milhões de pontos, número que deverá avançar para 124 milhões em 2014.

Em 2011, o serviço de banda larga móvel já estava disponível para 84% da população brasileira, o que não significa que esta proporção possuía o acesso, destaca o estudo. Em termos de cobertura, o levantamento mostra que 48,6% dos municípios eram atendidos em 2011, ante 23,4% no ano imediatamente anterior.

O levantamento informa que, no Brasil, a receita bruta das empresas com dados representou 20,9% dos serviços prestados pelas operadoras no ano passado. Em razão do crescimento das vendas de smartphones prevista para 2012, essa fatia deve avançar ainda mais sobre o faturamento das operadoras, preveem as consultorias. Como comparação, no Japão e nos Estados Unidos, a receita das empresas com serviços de dados representam, respectivamente, 50% e 40%.

Já os dados dos serviços de banda larga fixa apresentaram um crescimento de 19,6% em 2011, com 16,5 milhões de acessos, contra 13,8 milhões registrados no ano imediatamente anterior. As projeções da Teleco mostram que o Brasil deve atingir a marca de 20 milhões de acessos em 2012, chegando a 30 milhões até o ano da Copa do Mundo.

O estudo também mostra um expressivo avanço na cobertura do serviço de banda larga fixa. Em 2010, 81,1% dos municípios brasileiros eram atendidos por banda larga fixa, porcentual que passou a 99,8% dos municípios no ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
banda largaserviçosBrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.