Bandeirante oferecerá conta mensal fixa

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a distribuidora paulista de energia Bandeirante a implantar o projeto Conta Certa, que vai permitir ao consumidor pagar um valor fixo de tarifa, no prazo de 12 meses, baseado na média de consumo mensal. Segundo o diretor-geral da Aneel, José Mário Abdo, a proposta foi apresentada pela própria empresa e será aplicada somente àqueles consumidores que decidirem aderir ao projeto, por meio de contrato. A Bandeirante atende 55 municípios na Baixada Santista, Alto Tietê, Vale do Paraíba e região Oeste do Estado de São Paulo, com um total de 2,08 milhões de consumidores. Abdo explicou que no final dos 12 meses a concessionária fará a medição de energia para saber se o usuário consumiu mais ou menos do que pagou nesse período. Caso tenha consumido mais, o excedente poderá ser parcelado em até 12 meses.Caso o consumo tenha sido menor, a concessionária deverá creditar o valor imediatamente na conta do usuário. Para o diretor da Aneel esse projeto melhora o relacionamento da empresa com o consumidor que poderá prever o que vai gastar durante o ano com o consumo de energia. Além disso, explicou, a empresa vai reduzir custos com a diminuição da freqüência de medição de energia.Qualquer aumento de tarifa nesse período será repassado ao consumidor somente na renovação do contrato com a concessionária. O consumidor poderá rescindir o contrato a qualquer momento. A Aneel fará o acompanhamento da implantação do projeto e estuda a possibilidade de estender a proposta a outras concessionárias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.