Bandeirante: reajuste de 3,23% nas tarifas

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o aumento médio de 3,32% da tarifa de energia elétrica comprada pela Bandeirante Energia S.A. Esta conta deve ser repassada, no dia 23 de outubro, para os 2 milhões de consumidores da distribuidora. O diretor-geral da Agência Nacional de Energia elétrica (Aneel), José Mário Abdo, explicou que o impacto nas tarifas deve ser de 1,32%, já que a energia comprada pela Bandeirante representa 40% dos custos da concessionária.O aumento de tarifas foi para a energia vendida pelas geradoras Duke Paranapanema; Geração Tietê; Cesp e Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE). Estas empresas são responsáveis por 75% da energia comercializada pela Bandeirante. Os 25% restantes são adquiridos junto à Usina Hidrelétrica Itaipu Binacional.Abdo informou que a medida teve por objetivo colocar num mesmo mês os reajustes das tarifas da energia comprada pela distribuidora e a vendida aos consumidores. Este aumento concedido agora, segundo o diretor-geral da Aneel, representa a diferença entre o porcentual homologado em agosto deste ano até agora. Ou seja, esta parcela refere-se ao ajuste para que as tarifas da Bandeirante passam a ser aumentadas sempre no mês de outubro, data de aniversário do contrato de concessão. Na prática, a medida evita que a concessionária tenha desequilíbrio econômico e financeiro.A distribuidora atua em 55 municípios da Baixada Santista, Alto Tietê, Vale do Paraíba e Região Oeste do Estado de São Paulo. O último reajuste repassado para os consumidores, de 5,77%, ocorreu no dia 23 de outubro de 1999.TeleconferênciaA Aneel promoverá no próximo dia 19 uma teleconferência para discutir a proposta de novas regras de reajuste e revisão tarifária de energia elétrica. A teleconferência "Regulação econômica do setor elétrico - revisão e reajuste de tarifas" será realizada no auditório da Aneel, em Brasília. As imagens da teleconferência serão transmitidas para outras doze cidades, onde os consumidores e representantes das concessionárias poderão acompanhar debates nos auditórios da Embratel. No dia 23 de outubro, a Aneel publicará no seu site na Internet as minutas dos novos regulamentos sobre a revisão tarifária. A audiência pública para debater as minutas será no dia 10 de novembro. Dentre os assuntos que serão discutidos, estão o equilíbrio econômico-financeiro das empresas do setor, o cálculo do índice de reajuste tarifário e o fator X, que permite transferir ganhos de produtividade das empresas para reduzir tarifas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.