Banespa: analistas recomendam manter ação

Depois do leilão de privatização do Banespa, a recomendação dos analistas para os acionistas da instituição é de manutenção do papel em carteira. O motivo é que o banco Santander, que adquiriu o Banespa por R$ 7,050 bilhões, ainda não confirmou se fará uma oferta pública para recompra de ações, assim como não definiu de quanto seria o prêmio pago aos investidores que quisessem desfazer-se de seus papéis. Porém, essa decisão oferece riscos, já que existe a possibilidade de queda no preço das ações. Com isso, mesmo com o prêmio oferecido pelo Santander, o investidor teria prejuízo. Na opinião de Júlio Ziegelmann, diretor de renda variável da BankBoston Asset Management, a expectativa do mercado é de que o Santander, de fato, faça a recompra das ações. Nesse caso, se houver uma adesão superior a 66,7% dos papéis disponíveis no mercado, o Santander poderá, após a operação de recompra, iniciar um processo de fechamento de capital. Perspectivas de ganhosNa privatização do Banespa, o Santander pagou R$ 627,70 por ação. No mercado, hoje, as ações preferenciais (PN, com direito a voto) da instituição valem R$ 60,50. Diante dessa diferença de preços, Alexandre Vasarhelyi, gestor de carteira senior do Deutsche Bank, acha muito provável que, caso se confirme a oferta pública, o acionista poderá receber um prêmio significativo. "Levando-se em conta todas as incertezas em relação ao futuro do Banespa, qualquer ganho é atraente", explica.O analista da corretora Sudameris, Francisco Cataldo, projeta que o preço da ação em junho de 2001 deve chegar a R$ 92,00. Em relação ao preço de venda do papel hoje, a rentabilidade que o investidor deverá conseguir é de 52,06%. Nessa análise, Cataldo não considerou a possibilidade de recompra das ações. "Como não há nenhuma certeza sobre as intenções do Santander em relação aos acionistas minoritários do Banespa, calculamos o preço-alvo da ação apenas com base nas perspectivas para o segmento de bancos, o crescimento da economia e as melhorias que o banco pode ter depois da privatização", explica.Já o diretor da BankBoston Asset Management não faz projeções para os ganhos com a ação. "Como a situação está muito indefinida, não há como mensurar o ganho que o investidor pode ter com a ação do Banespa. Porém, a recomendação agora é permanecer com o papel até que se tenha uma certeza sobre qual será o posicionamento do Santander".Veja na seqüência matéria sobre a questão do Banespa, desde a intervenção federal, e a evolução do preço das ações do banco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.