Banespa e Argentina derrubam dólar

A grande surpresa do dia foi a venda do Banespa ao único participante estrangeiro do leilão. Enquanto a maioria dos analistas indicava uma forte disputa entre os três maiores grupos nacionais, a oferta do banco espanhol superou a soma dos demais concorrentes, garantindo ao governo um ágio de 281% sobre o preço mínimo, totalizando inesperados R$ 7,05 bilhões. Como os recursos devem entrar até o dia 27, a enxurrada de dólares derrubou a cotação da moeda norte-americana, que fechou em R$ 1,9180, com queda de 2,49%.A Argentina também trouxe notícias boas para o mercado. Hoje foram concluídas as negociações sobre o congelamento de despesas da união e das províncias por cinco anos. Todos os governadores ratificaram o acordo. Com isso, a primeira das medidas anunciadas pelo governo está garantida, abrindo caminho para a negociação do pacote multilateral de ajuda financeira liderado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).Os demais mercados acompanharam o otimismo do dia. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 1,23%, apesar das quedas das bolsas norte-americanas, ainda em operação. E os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - fecharam o dia pagando juros de 16,990% ao ano, frente a 17,020% ao ano ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.