Banespa: investidor pode sair da Bovespa

Parte dos recursos que estavam alocados em papéis do Banespa podem deixar o mercado acionário depois da operação de recompra de ações realizada pelo Santander na última sexta-feira, que retirou 95,80% dos papéis do banco paulista que estavam em circulação no mercado. Para analistas, muitos investidores que tinham ações do Banespa poderão migrar para outros segmentos, como dólar e aplicações atreladas às taxas de juros. O gestor de Renda Variável do JP Morgan, Eduardo Favrin, disse que grande parte desses investidores era formada por fundos de derivativos e tesourarias, que tinham como objetivo vender as ações ao Santander no processo de recompra dos papéis. Nessa operação já se sabia qual era o preço máximo a ser pago pelo controlador - R$ 95,00 por lote de mil ações. Dessa forma, havia um retorno garantido.De acordo com Favrin, as ações do Banespa também estavam alocadas nas carteiras de fundos que têm a mesma composição da carteira do Ibovespa - Índice que reúne os papéis mais negociados na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Trata-se dos fundos Ibovespa passivo que, para oferecerem uma rentabilidade próxima à do Índice da Bolsa, compõem suas carteiras de forma muito semelhante ao Ibovespa.Segmento de bancos tem outras opçõesO analista Paschoal Paione, da Fator Doria Atherino, acredita que apenas uma parcela entre 20% e 30% dos recursos que estavam alocados em ações do Banespa devem permanecer no segmento de bancos na Bovespa. Ele destaca que a melhor aposta nesse segmento agora são as ações do Bradesco. Para Paione, além de estarem baratos, esses papéis são atraentes porque devem passar ilesos pela elevação de juros e variação do câmbio.Já o analista Mário Palhares, da BES Securities, acredita que um destaque do setor bancário é o Unibanco. "A instituição deve registrar um crescimento expressivo no crédito, após a compra da Fininvest", afirma. Para ele, o Unibanco também tem grande potencial de redução de custos, depois da aquisição do Bandeirantes, que ocorreu no ano passado.

Agencia Estado,

10 de abril de 2001 | 13h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.