Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Banespa: minoritários pedem bloqueio de oferta

O Clube de Investimentos da Associação Nacional dos Acionistas Minoritários do Banespa (Clianamb) protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na sexta-feira, um pedido pelo bloqueio temporário da oferta de compra de ações do banco pelo Santander. O Clianamb também pede no documento que a CVM ajude a definir o valor econômico adequado dos papéis.Segundo o presidente do Clianamb, Reinaldo Denis, os minoritários decidiram recorrer à CVM porque há uma confusão sobre os diferentes valores adotados para os papéis do Banespa pelo controlador Santander. Denis lembrou que o valor oferecido pelo Santander na oferta de compra é de R$ 95,00 por lote de mil ações, enquanto o preço mínimo de privatização foi de R$ 164,71 por lote e o preço pago pelo banco espanhol no leilão ficou em R$ 627,67. A CVM não definiu prazo para dar o parecer sobre o assunto, mas o questionamento deve esbarrar no caráter voluntário da oferta proposta pelo Santander. Com isso, a instituição deve apenas explicar como chegou no preço oferecido aos acionistas minoritários, mas não precisa seguir as regras fixadas pela CVM para fechamento de capital. O pedido do banco para realizar a oferta voluntária ainda não foi aprovado pelo órgão. A expectativa é de que a reclamação não interfira no desenrolar da operação.

Agencia Estado,

17 de janeiro de 2001 | 19h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.