Banespa poderá sair do Ibovespa

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) já definiu os critérios para ajuste do Ibovespa - índice que mede a valorização das ações mais negociada na Bovespa - e do IBX - índice que mede o retorno das 100 ações com maior número de negócios e volume financeiro - em função da oferta pública de compra das ações do Banespa. Segundo a Bolsa, se mais de 90% das ações disponíveis para negociação forem retiradas de circulação, o ativo será excluído automaticamente das carteiras teóricas. Para efeito de quantificação das ações disponíveis no mercado, a Bovespa vai considerar apenas as depositadas na custódia da Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC). Caso o porcentual de 90% não seja atingido, o ativo permanecerá nas carteiras, mas terá sua participação reduzida de acordo com o nível de aceitação à oferta. As carteiras teóricas serão rebalanceadas para a abertura do pregão de segunda-feira (9) utilizando-se o preço do fechamento dos ativos hoje. A Bolsa avisa que, durante esta sexta-feira, será utilizado, no cálculo dos índices, o preço da oferta pública da ação preferencial (PN, sem direito a voto) do Banespa.

Agencia Estado,

06 de abril de 2001 | 11h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.