Bank of America provoca queda nas bolsas européias

As principais bolsas européias fecharam em queda hoje, enquanto o mercado americano também opera em terreno negativo. A safra de balanços do primeiro trimestre segue no centro das atenções dos investidores. Hoje, foram os números negativos do Bank of America que azedaram o humor. O lucro da instituição financeira caiu 77% nos primeiros três meses do ano, para US$ 1,21 bilhão. O balanço foi afetado por provisões para perdas com crédito de US$ 2,72 bilhões. A Bolsa de Londres ainda conseguiu no começo do dia sustentar ganhos, diante do pacote de ajuda aos bancos, no valor de cerca de US$ 100 bilhões, lançado pelo Banco da Inglaterra (BOE). O banco central inglês irá trocar ativos de hipoteca, hoje sem liquidez, por títulos do governo. No entanto, a praça londrina acabou virando e encerrou o dia com ligeira perda de 0,06%. Ainda assim, o desempenho foi melhor do que as demais praças - Frankfurt recuou 0,83% e Paris, 1,03%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.