Bank of America vê impacto da crise sobre resultados do 3o tri

O Bank of America, segundo maiorbanco dos Estados Unidos, afirmou nesta segunda-feira que arecente volatilidade nos mercados de capital e de crédito teráum "impacto significativo" sobre os resultados do terceirotrimestre nos seus negócios para clientes corporativos e debanco de investimentos. Falando em uma conferência em San Francisco patrocinadapelo banco, o vice-presidente financeiro, Joe Price, disse queos resultados estão sendo afetados por "deslocações semprecedentes" nos mercados de crédito, já que os investidoressentem maiores riscos em vários empréstimos e títulos de dívidanos quais o banco tem exposição. Price declarou que essas áreas incluem empréstimos de altosrendimentos para financiar compras corporativas, dívidas decurto prazo --conhecidas como papéis comerciais-- efinanciamento imobiliário de alto risco, onde o banco temexposição nos mercados de capital. A empresa não oferececrédito desse tipo para moradia desde 2001. Ele também declarou que os investidores se afastaram dealguns ativos que aparentemente não têm risco de crédito,incluindo empréstimos de habitação especiais. Essa novasensibilidade em relação ao risco afetou os resultados dosbancos principalmente nas comercializações, disse ele. "Essa não é uma época normal", afirmou Price. "Não consigolembrar quando os mercados de crédito em especial foram tãovoláteis e imprevisíveis como nos últimos meses." O Bank of America se junta, assim, a uma crescente lista deempresas financeiras que defendem que as condições difíceis nosmercados de crédito afetarão os lucros. A companhia não quantificou o impacto negativo esperado comessas incertezas do mercado. Quatro importantes bancos de Wall Street devem anunciarresultados financeiros nesta semana, começando pelo LehmanBrothers na terça-feira. Isso deve dar mais informações sobre oimpacto das turbulências sobre as empresas financeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.