Baosteel aceita mudança no contrato anual de minério

Xu Lejiang, presidente da siderúrgica chinesa,  afirma que sistema anual de negociação de preços do minério de ferro não é mais adequado

Reuters,

25 de março de 2010 | 12h03

O sistema anual de negociação de preços do minério de ferro não é mais adequado para as siderúrgicas nem para as mineradoras e seria "razoável" mudá-lo, afirmou o chairman da segunda maior siderúrgica da China, a Baosteel Group, Xu Lejiang, em uma conferência em Xangai, informou a agência de notícias Reuters.

 

"Desde que o sistema benchmark de preços foi introduzido 40 anos atrás, a indústria de aço, as mineradoras e o mundo em geral mudaram muito. Seria razoável que o sistema fosse aprimorado e sofresse alguns ajustes", disse Legiang.

 

Apesar de o minério de ferro não ser um recurso escasso, o rápido crescimento na capacidade de aço tem causado escassez da oferta, disse o executivo, à margem da conferência.

 

As declarações de Legiang são as primeiras feitas por uma grande siderúrgica da China em favor de uma mudança do sistema anual de preços e marcam uma quebra significativa da frente unida de oposição contra qualquer alteração do sistema apresentado pelo Ministério da Indústria e Tecnologia de Informação do país e pela Associação do Ferro e do Aço da China (Cisa, na sigla em inglês).

 

Os comentários do presidente da Baosteel também são significativos porque a companhia é o negociador para o país nas conversações sobre o minério de ferro com as mineradoras Vale, BHP Billiton e Rio Tinto. Todas as mineradoras apoiam a mudança do sistema de preços existente para um modelo que dependa mais de prazos mais curtos e de preços à vista, que são mais sensíveis ao mercado. As informações são da Dow Jones. (Clarissa Mangueira)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.