Ed Ferreira|Estadão
Ed Ferreira|Estadão

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Barbosa deve apresentar nesta 4ª feira linhas gerais da reforma da Previdência

Ministro da Fazenda participa de um fórum de trabalho e previdência, onde deve apresentar os pilares da reforma, como a necessidade de idade mínima, dizem fontes

Lorenna Rodrigues, O Estado de S.Paulo

16 de fevereiro de 2016 | 20h03

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, apresentará nesta quarta-feira, 17, na reunião do Fórum Nacional de Trabalho e Previdência as linhas gerais da reforma previdenciária pretendida pelo governo. De acordo com fontes da área econômica, o ministro falará sobre os pilares da reforma, como a necessidade de se estabelecer uma idade mínima para a aposentadoria, de unificação para a idade mínima de homens e mulheres e de harmonização nas regras de aposentadoria para trabalhadores rurais e urbanos.

A ideia é que os detalhes técnicos - como o limite específico de idade mínima - sejam discutidos apenas nas próximas reuniões do fórum, composto por representantes dos trabalhadores, aposentados e empresários. O governo enviará a proposta de reforma da Previdência ao Congresso até abril.

Um dos pontos que ainda serão discutidos é o prazo para que as mudanças entrem em vigor. Dentro do governo, há quem defenda que as novas regras entrem em vigor a partir de 2026, quando deixa de valer a norma atual, em que a soma de idade e tempo de contribuição equivale a 85 anos para mulheres e de 95 para homens.

Deverão ser realizadas seis a oito reuniões até o fechamento da proposta a ser enviada ao Congresso Nacional em 60 dias, que não necessariamente representará um consenso dentro do fórum. Em reunião com a liderança do PT no Senado no Ministério da Fazenda nesta terça-feira, Barbosa também abordará o assunto.

Também falarão no encontro os ministros do Trabalho e Previdência, Miguel Rossetto e o secretário-geral da Previdência, Ricardo Berzoini. 

Como noticiou o Broadcast - serviço de informações em tempo real da Agência Estado - mais cedo, o governo pretende estabelecer um cronograma de trabalho para discutir a reforma da Previdência com os integrantes do fórum. O governo deixará claro que os direitos serão respeitados e que haverá uma regra de transição. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.