Barclays contrata Wilmerhale e ex-advogado da SEC em inquérito sobre 'dark pools'

O Barclays contratou o escritório de advocacia WilmerHale para ajudar o banco a se defender contra alegações de que enganou investidores em suas plataformas eletrônicas de negociação conhecidas como "dark pools", segundo pessoas familiarizadas com o assunto.

REUTERS

27 de junho de 2014 | 15h46

Entre os advogados trabalhando com o Barclays está Matthew Martens, um ex-advogado da Securities and Exchange Comission (SEC), que talvez seja mais conhecido por liderar a vitória da SEC no notório julgamento de fraude cível contra o ex-vice-presidente do Goldman Sachs, Fabrice Tourre, de acordo com as fontes.

O procurador-geral de Nova York entrou com um processo contra o Barclays por fraude nesta semana, alegando que sua plataforma LX Liquidity Cross enganava investidores e dava uma vantagem desleal a operadores de alta frequência.

(Por Sarah N. Lynch)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBARCLAYSFINAADVOGADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.