Barclays é alvo de novas investigações nos EUA; resultado recua

O Barclays, já abalado por um escândalo de manipulação de taxa de juros, revelou duas novas investigações regulatórias nos Estados Unidos sobre sua probidade financeira e divulgou que o lucro antes de impostos do terceiro trimestre caiu mais de 20 por cento devido a encargos relacionados a seguros.

Reuters

31 Outubro 2012 | 07h26

Após investigações no Rio Unido sobre seus negócios com investidores do Catar, o banco britânico disse que o Departamento de Justiça dos EUA e a Securities and Exchange Commission (SEC), regulador de mercados norte-americana, investigam se as relações do banco com outras partes --que teriam ajudado o banco a vencer ou manter certos negócios-- estão de acordo com as leis contra corrupção do país.

O banco informou que seu lucro ajustado antes de impostos nos três meses até o fim de setembro foi de 1,73 bilhão de libras, em linha com a previsão de analistas, e alta sobre o 1,34 bilhão obtido um ano antes.

Mas um encargo de 700 milhões de libras relacionado à venda de seguro de proteção de pagamento puxou o lucro antes de impostos para baixo em 23 por cento, para 1,03 bilhão de libras. Além disso, uma perda de 1,1 bilhão de libras sobre o valor de sua dívida levou o banco a um prejuízo de 47 milhões no trimestre.

Mais conteúdo sobre:
BANCOS BARCLAYS RESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.