Barclays lucra US$6,6 bi no 1o semestre, retrata-se por Libor

O Barclays se desculpou nesta sexta-feira pelo escândalo de manipulação de juros interbancários que vem atingindo o banco inglês e o setor bancário nos últimos meses, mas superou as estimativas do mercado com lucro no primeiro semestre superior a 4 bilhões de libras.

Reuters

27 de julho de 2012 | 07h59

"Lamentamos o que veio à tona nas últimas semanas e reconhecemos termos desapontado nossos clientes e acionistas", disse o presidente de conselho, Marcus Agius, reafirmando o compromisso de apurar retorno de capital de 13 por cento.

O lucro antes de impostos foi de 4,2 bilhões de libras (6,6 bilhões de dólares) no primeiro semestre, acima da previsão média de analistas de 3,8 bilhões de libras, segundo pesquisa do próprio banco, e 13 por cento superior ao resultado no mesmo período do ano passado.

O lucro estatutário caiu 71 por cento, para 759 milhões de libras, incluindo itens extraordinários como a multa de 290 milhões de libras pela manipulação da Libor e a provisão de 450 milhões de libras pela venda irregular de produtos de hedge contra taxas de juros.

(Por Steve Slater)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBARCLAYSRESULTSLEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.