Barril da Opep bate oitavo recorde histórico, a US$ 111,14

Petróleo continua tendência de alta, impulsionada pelo enfraquecimento do dólar

Efe,

24 de abril de 2008 | 09h49

O preço do barril da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) bateu seu oitavo recorde histórico consecutivo ao ser negociado na quarta-feira a US$ 111,14, 1,1% a mais que na terça passada, informou nesta quinta-feira, 24, em Viena, o secretariado da organização petrolífera. O petróleo da Opep, calculado com base em uma cesta de treze tipos da commodity, continua sua tendência de alta, impulsionada pelo enfraquecimento do dólar.   Veja também:   Barril da Opep bate sétimo recorde histórico seguido  Petróleo bate recorde com sinais de demanda forte na China Estamos pagando por política de energia ineficaz, diz Bush Opep vai aumentar produção em 5 mi de barris diários até 2012 A maior jazida de petróleo do País A exploração de petróleo no Brasil    Há nove dias o preço da cesta da Opep não pára de subir, como ocorreu na quarta-feira, 23, com os crus Texas e Brent, de referência nos EUA e Europa, respectivamente, que voltaram a fechar em alta, embora moderadamente.   O novo recorde do petróleo Opep acontece apesar dos últimos dados publicados na quarta-feira pelo Departamento de Energia dos EUA, que indicaram que as reservas da commodity cresceram em 2,4 milhões de barris na semana passada, aos 316,1 milhões. Embora este número seja superior ao esperado pelos analistas, é 5,6% menor que as reservas registradas no ano passado no mesmo período.

Tudo o que sabemos sobre:
OpepPetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.