coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Barril da Opep registra novo recorde em US$ 81,55

Fraqueza do dólar e tensão na fronteira turco-iraquiana empurram preços do petróleo, diz consultoria

Efe,

22 de outubro de 2007 | 08h23

O preço do barril de petróleo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) registrou o sexto recorde consecutivo na sexta-feira e foi vendido a US$ 81,55, US$ 0,41 acima do preço da quinta-feira passada, informou nesta segunda-feira, 22, o Secretariado do cartel em Viena. Veja também:Preço do petróleo em alta   Segundo a empresa de consultoria PVM, entre os fatores que contribuem para a constante alta dos preços de petróleo estão a fraqueza do dólar e a tensa situação atual no norte do Iraque, na fronteira turco-iraquiana. Outro acontecimento que reforça esta tendência em alta é o seqüestro de três trabalhadores estrangeiros da companhia Shell e quatro cidadãos nigerianos no domingo, 21, no estado de Bayelsa, no sul da Nigéria. De acordo com a PVM, a Shell - que é a proprietária do maior número de concessões do país - mostrou um crescente otimismo a respeito da reabertura da produção em uma de suas unidades que estava fechada desde fevereiro de 2006. No entanto, existem aspectos que deveriam provocar um barateamento nos preços do barril de petróleo, como a baixa demanda de petróleo, o baixo índice de processamento nas refinarias nos Estados Unidos e os trabalhos de manutenção contínuos na Europa que provocam suspensões.

Tudo o que sabemos sobre:
PetróleoBarrilOpep

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.