Base monetária sobe 2,8% na média de saldos diários em julho

A base monetária (papel-moeda emitido mais reservas bancárias) teve expansão de 2,8% na média dos saldos diários de julho, segundo informação divulgada hoje pelo Departamento Econômico (Depec) do Banco Central (BC). Com a alta, o saldo da base passou dos R$ 80,239 bilhões de junho para R$ 82,519 bilhões ao final do mês passado. O valor ainda se encontra dentro do intervalo de variação de R$ 71,5 bilhões a R$ 96,8 bilhões fixado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) para o terceiro trimestre do ano. No período de 12 meses até julho, a base acumula uma expansão de 14,6% na média. Na ponta, a base teve uma alta de 2,3% e aumentou dos R$ 78,494 bilhões de junho para R$ 80,284 bilhões em julho. Em doze meses até julho, a base tem uma expansão acumulada de 9,8% na ponta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.