Base monetária tem retração de 0,1% em maio

A base monetária, considerada pela média dos saldos diários, alcançou R$ 80,4 bilhões ao final de maio, com retração de 0,1% em relação a abril. No critério de ponta, a base monetária atingiu R$ 79,731 bilhões, um crescimento de 2,5% em relação a abril. Os dados foram divulgados pelo Banco Central na nota de Política Monetária e Operações de Crédito do Sistema Financeiro.As operações de crédito do sistema financeiro atingiram R$ 518,3 bilhões em maio, com crescimento de 0,5% ante abril e de 18,4% em doze meses. A relação dos empréstimos com o PIB manteve-se em 27,2%, porcentual verificado em abril. No entanto, cresceu em relação aos 25,5% apurados em maio de 2004. O estoque dos empréstimos concedidos com recursos livres, que responde a 58,3% do total de crédito do sistema financeiro, alcançou R$ 302,4 bilhões, um acréscimo de 1% em relação a abril e de 21,8% em doze meses. A variação mensal, segundo o BC, é resultado do aumento de 3,5% nos financiamentos contratados por pessoas físicas, compensando, parcialmente, a redução de 1% nas carteiras de pessoas jurídicas. Os desembolsos concedidos pelo BNDES somaram R$ 15,1 bilhões no acumulado de janeiro a maio de 2005, com expansão de 8,5% na comparação com igual período de 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.