Basf inaugura fábrica de R$ 10 milhões em São Bernardo

A alemã Basf inaugurou hoje sua nova fábrica de tintas imobiliárias da marca Suvinil, em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo. Resultado do investimento de R$ 10 milhões, a nova unidade amplia em 30% a capacidade de produção de tintas no complexo industrial, para 250 milhões de litros por ano. Além disso, consolida a unidade de São Bernardo como o maior centro produtivo de tintas da América do Sul. De acordo com a companhia, cerca de 35% dos 650 milhões de litros de tintas produzidos no País por ano levam a marca Suvinil. O vice-presidente de Tintas e Vernizes da Basf para América do Sul, Rui Goerck, disse que a inauguração da fábrica deve reforçar a presença da marca no mercado. "Somos líderes desde a década de 80. Com a nova fábrica, ganhamos produtividade e vamos ampliar a nossa participação no mercado", afirma. A construção da nova planta, segundo ele, foi acertada dois meses após as eleições presidenciais. "Isso reforça a aposta da Basf no País", garante Goerck. A inauguração se dá em um momento difícil para a construção civil. Nos últimos dois anos, o setor registrou quedas consecutivas no Produto Interno Bruto, culminando com retração de 8,6% em 2003, a pior queda desde 1990. "Acreditamos que o déficit habitacional será reduzido nos próximos anos, o que vai ter forte impacto nos mercados de construção, especialmente no segmento de tintas", diz o executivo da Basf.

Agencia Estado,

22 Março 2004 | 10h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.