Basileia pode adiar vigência de novas regras para bancos

Informação sugere que instituições devem enfrentar menos pressão no curto prazo para fortalecer balanços

AE-DOW JONES, Agencia Estado

16 de dezembro de 2009 | 07h04

Os reguladores bancários mundiais fecharam acordo para amenizar uma proposta de exigências mais severas para o capital dos bancos, que deveria entrar em vigor no final de 2012, disse uma fonte próxima às negociações do Comitê da Basileia. A informação sugere que os bancos podem enfrentar menos pressão no curto prazo para fortalecer seus balanços patrimoniais.

A fonte disse que a regulamentação pode incluir um período de tolerância para os bancos cumprirem as novas regras depois de 2012, mas não forneceu mais detalhes. Outra fonte familiarizada com o assunto afirmou que as novas regras podem ser anunciadas já nesta quinta-feira.

As ações dos principais bancos japoneses ficaram em forte alta na Bolsa de Tóquio, no pregão da manhã, com a especulação de que as instituições serão menos pressionadas a levantar fundos por meio da emissão de novas ações. Os operadores do mercado esperavam anteriormente que, sob as novas regras da Basileia, os bancos japoneses tivessem de se mobilizar rapidamente para levantar mais capital do que seus concorrentes ocidentais, porque a chamada taxa de capital de nível 1 (Tier 1) tende a ser menor nos bancos do Japão do que nos do Ocidente.

A suavização do prazo para a implementação das novas regras do grupo da Basileia é considerada uma reação à continuidade da fraqueza da economia global. Forçar os bancos a se apressar para melhorar seus balanços patrimoniais numa época em que a economia continua lenta poderia levar os bancos a limitar o crédito, comprimindo ainda mais a demanda privada.

De acordo com a fonte, a proposta da Basileia não contém um número específico de anos para o período de tolerância, mas o jornal japonês The Nikkei relatou mais cedo nesta quarta-feira que o Comitê da Basileia sobre Supervisão Bancária decidiu dar mais de 10 anos para os bancos implementarem as novas exigências. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Basileiabancos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.