Batata-inglesa foi alimento com maior inflação em abril

Batata-inglesa foi alimento com maior inflação em abril

O item teve alta de 18,28% em um mês e é seguido por outros alimentos, como morango e maracujá, veja ranking

Redação, O Estado de S.Paulo

11 de maio de 2022 | 10h37

A batata-inglesa foi o item de consumo que teve o maior impacto da variação da inflação mensal. O alimento teve aumento de 18,28% de março para abril, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Outros alimentos compõem a lista daqueles que sofreram o maior impacto do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), que é a principal métrica utilizada para medir a inflação no País. Entre as frutas, morango, maracujá, açaí e tomate tiveram os maiores impactos da inflação. Já nos vegetais, foram couve-flor e abobrinha.

Alguns itens importantes para a alimentação do brasileiro tiveram alta relevante, mas não entraram para o ranking dos dez maiores impactos do IPCA em abril. Esse é o caso do feijão carioca (7,1%) e da farinha de trigo (7,34%). Além disso, pouco antes do dia dos namorados, as flores naturais também tiveram aumento de 7,76% pela inflação. 

Os maiores impactos na inflação em abril vieram dos setores de alimentação e bebidas e transportes, que representaram cerca de 80% do IPCA no mês.  No total, a inflação oficial no País ficou em 1,06% em abril, a maior para o mês desde 1996.

Os 10 alimentos que tiveram maior inflação de preços de março para abril de 2022

- Batata-inglesa: 18,28%

- Morango: 17,66%

- Maracujá: 15,99%

- Couve-Flor: 13,25%

- Açaí: 11,63%

- Leite Longa Vida: 10,31%

- Tomate: 10,18%

- Passagem aérea: 9,48%

- Abobrinha: 9,31%

- Óleo de soja: 8,24%

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.