BB abre linha de R$ 2 bi para agricultura paulista

O governo de São Paulo e o Banco do Brasil firmaram hoje parceria que vai disponibilizar R$ 2 bilhões em financiamento de crédito rural para o setor agropecuário paulista. O protocolo de intenções vai garantir o implemento dos programas de incentivo à agricultura e à pecuária bovina e os recursos estarão disponíveis aos produtores até junho do ano que vem, quando termina a safra.Segundo o governador Geraldo Alckmin, essa parceria é fundamental para ajudar no desenvolvimento do agronegócio, um dos setores que mais crescem em todo o País. Dentre as linhas de financiamento, estão o Moderfrota que vai oferecer financiamento para compra de tratores e implementos; o Moderinfra que vai conceder linhas de financiamento para irrigação e armazenagem e o Proleite que vai financiar resfriadores e ordenhadeiras. Além disso, serão destinados recursos para agricultura familiar.As taxas de juros anuais a serem cobradas dos produtores devem ser, em média, de 8,75%, com variações de 4% (Programa Nacional de Agricultura Familiar - Pronaf) a 12,75% para alguns implementos financiados pelo Moderfrota. O protocolo de intenções entre o governo do Estado e o Banco do Brasil foi assinado na manhã de hoje, no Palácio dos Bandeirantes, pelo governador Geraldo Alckmin e pelo vice-presidente de Agronegócios e Governo do Banco do Brasil, Ricardo Alves da Conceição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.