BB anuncia compra de 49,99% do capital votante do Votorantim

De uma operação financeira total de R$ 4,95 bilhões, o desembolso do banco será de R$ 4,2 bilhões

Cesar Bianconi, da Agência Estado

09 de janeiro de 2009 | 10h43

O Banco do Brasil  anunciou nesta sexta-feira, 9,  a assinatura de um acordo para comprar o equivalente a 49,99% do capital votante do Banco Votorantim e 50% do capital social total da instituição. Pelo desenho da operação, o controle do Votorantim continuará nas mãos do conglomerado do empresário Antônio Ermírio de Moraes. O BB irá adquirir ações ON do banco por R$ 3 bilhões e ações PN por R$ 1,2 bilhão, segundo fato relevante. Antes disso, haverá uma distribuição de dividendos para a Votorantim Finanças, também do Grupo Votorantim, no valor de R$ 750 milhões. Assim, de uma operação financeira total de R$ 4,95 bilhões, o desembolso do BB será de R$ 4,2 bilhões.   Atualmente, o capital social do Banco Votorantim é dividido em 74.126.202.673 ações ordinárias. Previamente à aquisição de parte dessas ações pelo BB, a Votorantim Finanças comprará a totalidade das ações representativas do capital Social do Banco Votorantim e converterá 7.412.620.267 ações ON em igual número de ações preferenciais do Banco Votorantim. Depois disso, a Votorantim Finanças venderá ao Banco Votorantim a participação que detém nas subsidiárias BV Sistemas, CP Promotora de Vendas, Votorantim Corretora de Seguros e Votorantim Bank Limited, de modo que essas sociedades passarão a ser controladas pelo Banco Votorantim.   O BB comprará, então, 33.356.791.198 ações ON de emissão do Banco Votorantim e de propriedade da Votorantim Finanças e subscreverá 7.412.620.277 novas ações PN a serem emitidas pelo Banco Votorantim. Considerando a distribuição prévia de dividendos à Votorantim Finanças, o patrimônio líquido pré-subscrição do Banco Votorantim será reduzido para R$ 5,671 bilhões.   Ativos de R$ 553,3 bilhões   O Banco do Brasil teria ativos totais de R$ 553,3 bilhões de reais em setembro do ano passado somando-se a parcela que o BB está comprando do Banco Votorantim, conforme divulgado há pouco em fato relevante. No encerramento do terceiro trimestre de 2008, o BB tinha R$ 512,4 bilhões em ativos, incluindo nessa cifra os dados da Nossa Caixa, cuja compra do controle foi anunciada em novembro pelo banco federal. Os 50% do capital total do Votorantim que o BB está adquirindo representavam, naquela data, ativos de R$ 40,9 bilhões.   Também com base nos números de setembro passado, a carteira de crédito do BB somaria R$ 232,8 bilhões com a parcela de R$ 19,1 bilhões do portfólio de empréstimos do Banco Votorantim. Os depósitos, por sua vez, seriam de R$ 275,7 bilhões, um incremento de R$ 11,7 bilhões graças à participação na instituição financeira do Grupo Votorantim.   Segundo o BB, a compra de uma participação no Banco Votorantim "insere-se em seu esforço de fortalecer sua atuação no financiamento a veículos, mercado em que o Banco Votorantim atua com destacada especialização e rápido crescimento, o que potencializa oportunidades e complementaridades com a sólida estrutura de funding do BB". Além disso, de acordo com o banco federal, a presença estratégica no Votorantim fortalecerá a atuação do BB em outros segmentos como corporate banking e mercado de capitais.   Do ponto de vista do Banco Votorantim, o negócio "reforça e acelera a trajetória de crescimento", ao alavancar a capacidade de originação e distribuição no financiamento ao consumo e em todos os demais segmentos em que a instituição atua, avalia o BB.

Tudo o que sabemos sobre:
BBBanco Votorantim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.