finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

BB anuncia novo corte de juros para pessoa física e empresas

Entre as novas taxas, o crédito consignado que tinha juro de 0,85% ao mês passa a ter de 0,79%, enquanto o financiamento de veículos, que tinha juro de 0,99% passa a ter juro de 0,95% ao mês

Altamiro Silva Júnior, da Agência Estado,

19 de abril de 2012 | 15h01

O Banco do Brasil anunciou novo corte de juros, seguindo a redução da Selic ontem para 9% ao ano. Houve cortes inclusive nas linhas em que o BB já havia baixado as taxas no começo do mês, dentro da estratégia do governo de reduzir o custo do crédito no Brasil.

"As novas reduções buscam manter as taxas do Banco do Brasil entre as menores do sistema financeiro", destaca comunicado do banco à imprensa. As taxas entram em vigor a partir de segunda-feira, 23.

Entre as novas taxas, o crédito consignado que tinha juro mínimo de 0,85% ao mês passa a ter de 0,79%. No financiamento de veículos, o juro cai de 0,99% para 0,95% ao mês. Na pessoa jurídica, no desconto de títulos, houve redução de 1,35% para 1,25%.

No começo do mês o BB anunciou um corte mais amplo nas taxas, em linhas como financiamento de veículos, consignado, cheque especial e crédito para micro e pequenas empresas.

Um balanço divulgado hoje pelo BB mostra que os empréstimos tiveram crescimento desde o dia 12, quando passaram a valer as novas taxas. As linhas de crédito pessoal, por exemplo, registraram, desde aquela data média diária de desembolso de R$ 276 milhões, volume 45% superior à média de março. Só nessa modalidade foram liberados mais de R$ 1,3 bilhão em empréstimos em cinco dias. O crédito para aquisição de veículos teve crescimento de 93%, com média diária de desembolso de R$ 21,3 milhões. Na pessoa jurídica, as operações com micro e pequenas empresas, desde o corte de juros, somam R$ 2,23 bilhões. Ontem, Bradesco e Itaú anunciaram também redução dos juros.

Tudo o que sabemos sobre:
juroBanco do Brasilspread

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.