BB e Caixa iniciam amanhã operação de crédito para construção

O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal começam amanhã a operar com a linha do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) voltada para a aquisição de material de construção. O início das atividades do programa, que foi aprovado em julho pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), vai ser marcado com uma solenidade no Ministério do Trabalho na presença do ministro Jaques Wagner.A linha FAT/material de construção envolve recursos da ordem de R$ 400 milhões. Metade do valor vai ser aplicado pela Caixa e a outra metade pelo BB. O empréstimo máximo está limitado a R$ 10 mil por cliente e, embora não tenha limitação de renda, o financiamento é voltado para as famílias de baixo poder aquisitivo.O prazo máximo para o pagamento do empréstimo destinado a melhorar as condições da moradia será de 36 meses. A mão-de-obra fica de fora do financiamento e terá que ser bancada com recursos próprios do proprietário do imóvel. A taxa de juros a ser cobrada pela Caixa foi fixada em 1,65% ao mês e pelo BB em 1,98% ao mês. É a primeira vez que o BB operará um programa voltado para a compra de material de construção, ao contrário da Caixa que tem experiência no setor por causa dos programas habitacionais bancados pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.