BB e CEF antecipam restituição do Imposto de Renda

O Banco do Brasil oferecerá, pelo sexto ano consecutivo, uma linha de crédito que antecipa até 70% do valor da restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) para os clientes que indicarem o banco para o crédito da restituição. Em 2003 foram contratadas 170 mil operações deste tipo, totalizando R$ 205 milhões em empréstimos. O BB estima um crescimento de 20% nas contratações neste ano. Os empréstimos de até R$ 5 mil do "CDC Antecipação IRPF" podem ser solicitados pelos clientes diretamente nos terminais de auto-atendimento ou pela Internet. Acima desse valor, até o limite de R$ 10 mil, o empréstimo requer fiador e deve ser solicitado na agência do BB. O valor mínimo é de R$ 100.A taxa de juros do CDC é de 3,65% ao mês, independentemente do valor contratado, e as operações devem ser liquidadas até o dia 15 de janeiro de 2005. O dinheiro é liberado em conta corrente no ato da apresentação da cópia do recibo da declaração de IRPF em qualquer agência do banco. Caixa Econômica FederalA Caixa Econômica Federal também oferece, em toda a sua rede de agências, a operação de empréstimo destinada à antecipação de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física. A Caixa antecipa até 75% do valor da restituição, dependendo da análise cadastral. Para obter o empréstimo, o cliente da Caixa deve optar por receber a restituição do IR na agência em que tem conta. A solicitação do empréstimo deve ser feita diretamente na agência.A taxa para esta operação é de 3,95% ao mês e os os juros são cobrados somente no momento da liberação da restituição, quando a operação será liquidada. O prazo máximo para pagamento do empréstimo é 30 de dezembro de 2004. Não é necessário apresentar avalista. O limite mínimo para a antecipação é de R$ 300,00 e o máximo é de R$ 10.000,00.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.