finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

BB e CEF iniciam hoje compartilhamento de rede

A partir de hoje, a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil iniciam o compartilhamento de seus terminais de auto-atendimento eletrônico e correspondentes bancários lotéricos. Na fase piloto, que vai durar 90 dias, não haverá cobrança de tarifas dos clientes e serão interligados 800 postos de atendimento nas cidades de Brasília, Curitiba e Recife. A partir do segundo semestre, disseram os presidentes da Caixa e do Banco do Brasil, Rossano Maranhão, a interligação se expandirá gradualmente para todo o País com a meta de atingir 22 mil terminais.O presidente da Caixa, Jorge Mattoso, informou que a projeção inicial de economia para as instituições com a interligação dos caixas eletrônicos será de aproximadamente R$ 250 milhões por ano. "Essa é uma projeção feita a grosso modo porque teremos a real percepção dessa economia após a fase piloto", afirmou Mattoso.De acordo com ele, o custo unitário de uma operação no caixa eletrônico hoje é de R$ 0,65 e deverá cair de imediato para R$ 0,40, podendo cair ainda mais ao longo do processo de interligação.De acordo com BB e Caixa, o processo envolverá uma base de 60 milhões de clientes e mais de 4 bilhões de operações anuais. Depois da fase piloto, admitiram os presidentes das instituições, haverá cobrança de tarifas dos clientes. "No entanto, somente após a fase inicial é que teremos condições de definir como serão essas tarifas", afirmou Maranhão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.