BB e Nossa Caixa firmam acordo de confidencialidade

O primeiro passo formal para a incorporação do banco estatal paulista Nossa Caixa pelo Banco do Brasil foi dado hoje, com a assinatura de um acordo de confidencialidade entre as duas partes, que visa garantir caráter sigiloso às informações trocadas entre as duas instituições financeiras. A informação foi confirmada pela Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Pelo acordo, o Banco do Brasil terá acesso aos dados contábeis da Nossa Caixa, mas deve tratá-los de forma sigilosa e não poderá fazer uso dessas informações.A assinatura do acordo é uma formalidade rotineira em todos os processos de compra ou incorporação de instituições financeiras. Fontes consultadas pela Agência Estado evitam falar em prazos, mas a expectativa é que dentro de três meses o acordo entre o Banco do Brasil e a Nossa Caixa possa estar fechado. Após essa etapa, será preciso a aprovação da venda do banco de fomento paulista pela Assembléia Legislativa de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.